Sobre gente que reclama demais

Tenho horror de gente que passa o dia reclamando…Com a maioria delas sou tolerante, mas algumas realmente exageram muito por causa de bobagens. Perdem tempo falando somente de seus probleminhas, em vez de pensar que existem coisas muito piores, como: morrer de fome, matar alguém etc.

As pessoas que mais me irritam são aquelas que não dão valor ao que têm e ficam se queixando à toa. Embora nada lhes falte – saúde, dinheiro e afetos – elas dizem que sua vida é horrível e que ninguém gosta delas. Comportam-se como se tudo no mundo tivesse que girar em volta delas, porque, lá no fundo, acreditam que ninguém mais tem importância no planeta. Assim, não se dão conta de que ao redor delas existem pessoas interessantes, inteligentes e boas com as quais poderiam estabelecer laços afetivos. E mesmo que isso não acontecesse, ainda assim seria bom conhecê-las.
Quando encontro alguém desse tipo tenho vontade de fugir. Mas se isso não é possível, então fico com uma enorme vontade de lhe dar um conselho: que ela tenha um pouquinho só de consideração pelos outros e que desista de se ver como  “umbigo” do mundo. Quem age assim vê os outros, ouve os outros, reconhece os outros. Quem age assim é simpático e quem é simpático acaba atraindo gente também simpática, disposta a conversar, a trocar ideias, a emprestar um ombro quando a hora não é exatamente boa e disposta também a compartilhar as horas de alegria. Aproveite! A vida vale todos os sorrisos.

Amanda Victor tem 13 anos, gosta de cantar e de escrever.

Anúncios