O budismo pode salvar o mundo?

 

Não se viam há algum tempo. Então se encontram, por acaso, na esquina de uma rua qualquer da cidade. Antes mesmo do abraço, a pergunta que também é uma opinião: “E essa crise? Está conseguindo dormir?” Não está. Nem Fulano. Nem Sicrano. De uns tempos para cá os dois passam noites em claro. O que leem, veem e ouvem durante o dia lhes tira o sono. Por isso vagam pela casa como zumbis.

E foi como zumbis que artistas alemães caracterizaram os participantes de protesto realizado na Alemanha, durante o G 20, contra a fome desvairada de lucro e poder dos que ditam as normas no mundo; justificam a guerra como garantia da paz, que não acontece; e defendem o uso dos agrotóxicos nas lavouras para garantir a comida que, no entanto, não chega aos que sobrevivem catando alimento no lixo.

 

Já faz alguns anos, o programa Frente a Frente recebe convidados no estúdio da TVE-RS para ouvi-los sobre temas importantes da atualidade, de áreas diferentes. O leque inclui política, economia, saúde, comportamento, religião, esporte e educação. A edição que os telespectadores verão na próxima quinta-feira, a partir das 23 horas, tem o lama Padma Samten, do Instituto Caminho do Meio – Centro de Estudos Budistas Bodisatva, como entrevistado.
O foco da conversa é a crise em que o mundo, incluindo o Brasil, está mergulhado; suas causas além da corrupção, que cumplicia políticos e empresários; os reflexos desse quadro na saúde emocional e espiritual do povo; e a cura que é possível na visão do budismo. Meditar ajuda no combate à desolação que essa crise provoca? Qualquer pessoa pode meditar? A meditação sempre faz bem? Estas são algumas das perguntas.

Mas a formação em Física do mestre budista Padma Samten – Alfredo Aveline quando professor na Universidade Federal do Rio Grande do Sul – provoca outras questões. Por exemplo: também na visão do budismo somos um encaixe de átomos, como pregava Epicuro, o “Filósofo do Jardim”? E se Epicuro estava certo, isso quer dizer que somos eternos? Qual o sentido de nossa existência e para quem fazemos sentido? Em que aspecto o conceito de Deus na filosofia budista se aproxima ou diverge do que pregam as religiões cristãs, o judaísmo e o islamismo?

E, pelo jeito, o budismo é realmente uma porta que se abre para a felicidade.  É a impressão que Padma Samten passa, respondendo todas as perguntas com muita serenidade e sem economizar sorrisos. Será que, no final das contas, o paraíso perdido existe e voltar a ele é possível? Ou talvez seja possível a cada um construir o seu próprio jardim do Éden. Como? A ideia fixa é um dos obstáculos ao bem-estar dentro da “bolha da realidade” em que cada ser humano se encontra, explica o lama. Conversar com ele é uma viagem em que se aprende que a beleza está na impermanência da paisagem, ora nos vales, ora nas montanhas e ora nas planícies.

O programa foi gravado e esta edição vem com duas novidades. Uma delas é a estreia de Renato Martins como mediador, substituindo Vitor Dalla Rosa. A outra se refere ao cenário. A partir de agora, cada um dos participantes se acomoda atrás de mesa individual sobre a qual pode deixar sua caneta e outros objetos. Esse desenho é uma versão da bancada das primeiras edições do programa e mais generoso que o substituído agora: as mulheres ficam menos expostas e mais protegidas contra eventuais descuidos quando a saia é curta.

Frente a Frente tem produção de Janice Brasil e  Maria Lucia Melão. Participo desta edição como entrevistadora, ao lado das também jornalistas Lena Kurtz e Lara Ely. O programa será reapresentado no domingo, a partir das 15h30min. A foto é de Gustavo Roth (Fundação Piratini -TVE e FM Cultura).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s