O budismo pode salvar o mundo?

  Não se viam há algum tempo. Então se encontram, por acaso, na esquina de uma rua qualquer da cidade. Antes mesmo do abraço, a pergunta que também é uma opinião: “E essa crise? Está conseguindo dormir?” Não está. Nem Fulano. Nem Sicrano. De uns tempos para cá os dois passam noites em claro. O […]

Leia mais O budismo pode salvar o mundo?

A busca para calar o silêncio

  Mais um ano passou e a Feira do Livro de Porto Alegre está de volta ao centro da cidade. Nos 18 dias de sua permanência na Praça da Alfândega, 111 estandes oferecem uma infinidade de obras escritas por autores nacionais e estrangeiros, do romance à ficção científica. Como de hábito. E também como de […]

Leia mais A busca para calar o silêncio

A água deve ser privatizada?

No Facebook está rolando a inconformidade de gente em relação a declarações feitas pelo empresário austríaco Peter Brabeck-Letmathe, presidente da Nestlé desde 2005. Ele defende a privatização da água. A propósito disso, lembrei de uma entrevista que encontrei no jornal alemão Die Zeit (versão online) sobre o mesmo tema. Resolvi traduzi-la e reproduzi-la neste espaço. […]

Leia mais A água deve ser privatizada?

A vida que é possível no inferno

O combinado era que nos encontraríamos às três e meia da tarde para uma boa conversa. Eu estava em grande expectativa. Afinal, há poucos dias tinha dado conta de Anoitece no Iraque – Projeto Brainwashing, livro de Patrick Ericson, que é, na verdade, o escritor espanhol José María Fernandes-Luna Martinez. Através dos olhos do tenente […]

Leia mais A vida que é possível no inferno

À espera dos pioneiros

Ele é uma espécie de precursor dos astronautas e suas teorias sobre o universo renderam filmes como Prometheus, de Ridley Scott, e a série Stargate. Polêmico, aceito, questionado e motivo de chacota, Erich von Däniken, o autor da pergunta Eram os deuses astronautas?, acredita que a resposta é sim e acredita também que os extraterrestres, […]

Leia mais À espera dos pioneiros

Sempre engajada

O pai era mexicano. A mãe, escocesa. Os dois certamente não imaginavam que a filha, Joan Baez, nascida em 9 de janeiro de 1941, se tornaria a voz de soprano que conclamaria os jovens contra o racismo e contra a Guerra do Vietnam na década de sessenta, nos Estados Unidos, e dali contaminasse também os […]

Leia mais Sempre engajada